Faróis do Veículo: Dicas Importantes Para Todos os Motoristas

Os faróis constituem um dos acessórios mais importantes do veículo, pois são eles que permitem a visibilidade tanto do condutor que conduz o veículo em relação à pista quanto dos outros condutores, que podem, por meio dos faróis, identificar a presença do automóvel na pista.


O farol do carro é a extensão dos seus olhos enquanto dirige. Se ele não estiver em boas condições, pode ser que nada fique tão visível assim, e isso pode gerar sérios problemas. Por isso, é imprescindível fazer a manutenção preventiva regularmente.

Mas você se lembra quando foi a última vez que prestou atenção no seu farol? Você sabe qual é a regulagem correta? Está enxergando bem as ruas e os obstáculos enquanto dirige? Acredito que você possa não ter parado para pensar com tanta importância nessas perguntas, mas elas vão fazer muito sentido se você parar para observar principalmente quando dirige à noite.

Confira nossas dicas:


1. Cuidado: a vedação é fundamental

Você já olhou para os seus faróis e encontrou água dentro? Isso é um problema clássico de vedação. A consequência desse líquido circulando dentro desse componente é um curto-circuito que pode danificar muito mais que apenas o sistema de iluminação.


Se for verificada a presença de água no farol, é necessário trocar as borrachas de vedação, ou até mesmo o suporte completo. Um curto-circuito pode comprometer a segurança do veículo e dos seus ocupantes.


Se você quer fazer essa manutenção por conta própria, é preciso remover a parte de vidro ou acrílico, que são as lentes de cobertura do farol. Desmonte o suporte e seque bem a peça para evitar que o local fique úmido. Troque a borracha de vedação e certifique-se que está tudo muito bem fechado. Lembrando, rachaduras também podem ocasionar vazamentos, e nesse caso a peça tem que ser trocada por inteiro.


2. Direcionamento: a luz precisa se propagar

O uso diário do veículo gera um desgaste natural dos componentes. E o farol é uma das peças que também sofrem com a ação do tempo. Por isso, periodicamente é preciso verificar se as luzes estão reguladas.


Ao trafegar pelas ruas e estradas, o carro sofre com as vibrações causadas pelas irregularidades do terreno. Com isso, os faróis também começam a ficar com a posição da lâmpada desregulada. Mas não se desespere! Basta colocar o carro em um lugar plano e próximo de uma parede lisa. Se as luzes estiverem retas, a regulagem está correta.


Entretanto, se as luzes estiverem convergindo na parede, você precisa abrir o capô do carro e procurar os parafusos de ajuste que ficam na parte de trás da peça e regular os faróis até que as duas luzes sejam emitidas em linha reta.


3. Efeitos climáticos: um grande vilão

Você já reparou naquele carro com a lataria brilhando, super bem cuidado, mas com os faróis amarelos? Isso é um problema causado pelas variações climáticas e acontece em mais veículos do que você possa imaginar.


Chuva, sol, temperaturas baixas, noites ao relento, tudo isso colabora para o farol ficar amarelado e mais opaco. O aspecto de envelhecimento e sujeira vai aumentando com o passar do tempo. Não importa se o carro é importado, nacional, novo ou usado, preste atenção nos faróis!


Para lhe ajudar a evitar que isso aconteça, aqui vão algumas dicas importantes:


evite deixar o carro exposto ao sol ou à chuva constantemente;

procure estacionar o carro em lugares cobertos, principalmente por períodos mais longos;

cuidado com as chuvas de granizo, as pedras podem quebrar as lentes do farol;

a umidade também é prejudicial;

a maresia é uma grande vilã. Se for visitar a praia, na volta não esqueça de fazer uma boa lavagem para evitar danos nos faróis e nos outros componentes do veículo.


4. Estética: não esqueça o polimento

Os faróis dos carros também passaram por uma atualização no material utilizado para a sua produção. Antigamente, os veículos saíam de fábrica com faróis de vidro, que sofriam menos desgastes com os efeitos climáticos e não ficavam amarelados. Porém, eram mais caros e quebravam mais, principalmente nas estradas.

Atualmente, os novos faróis são produzidos a partir de um composto de plástico e policarbonato. Eles são mais resistentes e mais baratos, mas, por outro lado, ficam amarelados com facilidade e perdem a intensidade da luz.

Por isso, é preciso estar atento aos desgastes e fazer um polimento da lente periodicamente. A aplicação de cristais que fazem o clareamento do acrílico mantém a transparência do farol e permite a correta propagação da luz.


5. Atenção: verifique alguns defeitos

Verifique regularmente se os seus faróis estão com os ângulos voltados mais para baixo ou para o alto, isso interfere diretamente na visibilidade. Observe sempre se os outros motoristas que dirigem no sentido contrário estão alertando sobre falhas no farol, é muito comum isso acontecer.


Se o farol não desliga corretamente, isso pode ser um problema elétrico e é importante verificar se os fusíveis não estão sobrecarregados. Se mesmo com a troca desse pequeno componente o problema persistir, é preciso verificar toda a fiação.


Os faróis precisam de uma constante vigilância sobre o seu perfeito funcionamento. Para evitar problemas e também manter uma aparência estética impecável, seguir as dicas pode ser uma forma interessante de estar sempre em dia com os faróis.


Precisando de ajuda para dar uma revisada nos faróis? A República dos Pneus está pronta para ajuda-lo.



41 visualizações

REPÚBLICA DOS PNEUS

Tel: (11) 2359-9186

Whats: (11) 94021-9651

Rua Jacirandi 747, Tatuapé , São Paulo SP

  • Facebook ícone social
  • kisspng-social-media-computer-icons-yout

Todos os direitos reservados ©2018 por CBC Company